Conheça o projeto

O Portal de Apoio às periferias faz parte de um projeto da AfroSaúde de garantir à população periférica informações acessíveis sobre o Coronavírus (COVID-19).

O mundo tem discutido sobre quarentena e isolamento absoluto. Por outro lado, existem as pessoas que trabalham em supermercados, no comércio informal, no transporte e no terceiro setor que estão constantemente expostos à situação pandêmica e a quarentena não é uma opção.

Este portal é fruto da preocupação da equipe da AfroSaúde em manter a população periférica informada sobre como se proteger do coronavírus nas comunidades, locais onde, historicamente, o poder público não chega de maneira efetiva, causando diversos problemas sociais e tornando esta população ainda mais vulnerável em situações como epidemias e pandemias.

No projeto, estamos atendendo a população gratuitamente por telefone, com especialistas em diversas atuações em Saúde (médicos, enfermeiros, farmacêuticos, nutricionistas e assistentes sociais), além de atendimento psicológico por este portal, através de videoconferência, conforme exigido pelo Conselho Federal de Psicologia.

Veja quais são os nossos eixos de atuação:

Saúde Mental

Com a quarentena instalada na grande massa devido ao COVID-19, é natural que a saúde mental fique fragilizada mediante ao isolamento. Alguns cuidados precisam ser tomados para evitarmos danos psicológicos que possam surgir.

Neste sentido, o serviço de atendimento psicológico e apoio emocional contará com a contribuição de psicólogos para ajudar a população atendida nas questões que envolvem a saúde mental, orientando sobre estratégias para lidar com situações, inclusive, de parentes e/ou amigos infectados ou mortos por conta da pandemia.

O atendimento será realizado por videoconferência, conforme exigência do Conselho Federal de Psicologia.

Prevenção e Mapeamento de Risco

Este eixo tratará das orientações acerca dos cuidados gerais com a saúde no combate ao coronavírus, bem como direcionar a população atendida quanto ao uso correto e aquisição de medicamentos e manutenção de dieta saudável e acessível como estratégia para fortalecer a imunidade, bem como orientar quais as unidades de saúde mais adequadas, caso haja necessidade.

Além disso, os especialistas mapeiam os as áreas periféricas mais suscetíveis nas regiões atendidas pelo projeto, de acordo com o relato do público atendido.

Auxílio (serviço social)

O Serviço Social irá tratar das questões burocráticas que envolvem as orientações para a aquisição de benefícios e direcionamentos legais na condução de questões relacionadas a óbitos, regulação, documentações etc.